Região tem redução no preço dos imóveis

O preço médio do metro quadrado para compra de imóveis novos e usados em São Bernardo, Diadema e Mauá apresentou queda em abril, se comparado ao mesmo mês do ano passado. O Índice Properati-Hiperdados, realizado pelo portal de venda e aluguel de imóveis Properati, apurou também dados de São Caetano e Santo André.

Para se ter uma ideia, um apartamento de 60 m² custa, em média, R$ 342,6 mil em São Caetano, enquanto que em Mauá, cerca de R$ 237,6 mil – diferença de R$ 105 mil (69,35%).

Santo André apresentou crescimento nominal de 0,93%, mas queda de 3,48% no crescimento real (considerando os índices de inflação) no valor do m² dos seus imóveis, passando de R$ 4.810 para R$ 4.860 no ano. São Caetano, teve aumento nominal de 3,34% (-1,17%, real), custando R$ 5.710, ante os R$ 5.530 do ano passado.

“A lei de uso do solo em São Caetano é restrita, por isso poucos imóveis são construídos atualmente. Assim, conforme vai se esgotando o estoque o preço aumenta”, afirma o presidente do Acigabc (Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC), Marcos Santaguita.

“A tendência é que, por conta da baixa oferta, o preço se mantenha elevado durante os próximos meses”, completa a diretora regional do SindusCon-SP (Sindicato da Construção Civil), Rosana Carnevalli.

O consultor imobiliário da Olímpico Consultoria, Renato Garcia, observa que, apesar do aumento comparado a 2016, nos últimos meses, o valor dos imóveis são-caetanenses tem baixado, por exemplo.

Em Mauá, o preço do metro quadrado registrou queda nominal de 0,68% e de 5,02%, real. Em 2016, custava R$ 3.980 e, neste ano, R$ 3.960. Em seguida, São Bernardo, que antes tinha o m² por, em média, vendido a R$ 4.890, teve diminuição nominal de 3,05% (-7,28%, real). Agora, o preço é de R$ 4.740.

DESTAQUE – Diadema foi o município responsável pela maior queda nominal, de 5,44% (-9,58%, real), ofertando imóveis mais baratos entre as cinco cidades. O m², que custava R$ 4.790 há um ano, agora sai a R$ 4.530. O presidente do Acigabc explica que essa diminuição deve-se ao fato de a cidade ter tido um grande número de lançamentos (de apartamentos, por exemplo) nos últimos anos, mas a procura não cresceu proporcionalmente. “Por terem (imóveis com) valores similares, as pessoas que procuram um imóvel para comprar geralmente optam por Santo André ou São Bernardo.”

OTIMISMO – Apesar do cenário de crise dos últimos anos, o country manager da Properati Brasil, Renato Orfaly, afirma que a procura por imóveis para compra, tanto usados, quanto lançamentos, tem aumentado neste ano. “Com a redução da inflação, a taxa de juros também diminui, fazendo com que as pessoas se sintam mais confortáveis em realizar financiamento”, completa.

Santaguita também é otimista em relação ao setor da construção civil. “O Grande ABC, como um todo, teve redução de lançamentos. Até que sejam retomados, por volta do ano que vem, haverá um momento em que a procura será maior que a oferta, valorizando os imóveis”, explica. Mais cautelosa, Rosana lembra que o setor da construção civil projeta melhora de 0,5% para este ano. (colaborou Gabriel Russini)

#Fonte – Diário do Grande ABC

Mercado imobiliário do ABC mostra sinais de melhora

Ao contrário das perspectivas de poucos lançamentos imobiliários durante este ano, devido à crise econômica em que o país se encontra, o setor tem mostrado sinais de recuperação na região. Pelo menos é o que indica o grande número de novos imóveis sendo lançados nos últimos meses.

Somente na área próxima à divisa entre as cidades de Santo André e São Bernardo, entre o fim de maio e o mês de junho, três empreendimentos de construtoras diferentes foram lançados simultaneamente e tiveram bons desempenhos de vendas.

Um exemplo é o Sky Patriani, lançado pela Incorporadora Patriani em meados de junho. Localizado próximo aos shoppings ABC e Metrópole, o empreendimento teve 75% de suas 116 unidades vendidos em apenas uma semana. Somente em sua pré-venda, realizada nos dias 11 e 12 de junho, metade do total de apartamentos foi comercializada.

“Desde o início das vendas, recebemos mais de 720 visitas no stand de vendas. Estes números nos mostram que o mercado de imóveis do ABC está tomando um novo fôlego e começando a reagir à crise, depois da queda do número de lançamentos no ano passado”, comenta Henrique Sotere, gerente de Marketing e Vendas da Incorporadora Patriani.

Fonte: Abc do Abc

Plazza participa da campanha Realiza Já

realiza-ja-odebrechet-blog

Nos dias 14 e 15 de novembro acontece a campanha Realiza Já, quando os clientes terão acesso a ofertas especiais para as unidades comerciais e residenciais do empreendimento Cidade Viva, localizado na Av. Industrial, 1740. A equipe da Plazza já está preparada após o workshop de ativação da campanha realizado pelo incorporador. (mais…)

Prepare-se para lançamento em Diadema

Vivence-condominio

Quer viver em um condomínio club em Diadema? Então não perca esta oportunidade: dia 21 de novembro acontece o lançamento da segunda fase do empreendimento Vivence Condomínio Club. São apartamentos de 53 a 66 metros quadrados, de 2 e 3 dormitórios, com suíte, e 1 ou 2 vagas. (mais…)

Imóveis de R$ 225 mil entram no Minha Casa, Minha Vida

imoveis-de-225-mil-minha-casa-minha-vida1

Uma notícia recente agitou o mercado imobiliário com o anúncio feito pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) da aprovação dos novos limites de preços para os imóveis da terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida que podem ser contratos até o final deste ano. (mais…)

Equipe da Plazza participa de Congresso no ABC

logo_construindooabc

A equipe da Plazza Realty Brasil participou, no último dia 22, do congresso Construindo o ABC, realizado pela ACIGABC (Associação dos Construtores Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC) e o Secovi-SP.

As gerentes de produtos Zarif Píspico e Vania Santos foram duas integrantes da equipe da Plazza Realty que marcaram presença. Puderam acompanhar, pelo perspectiva de especialistas, os desafios do mercado imobiliário regional, análises sobre a economia brasileira, precificação de imóveis, alternativas de crédito e financiamento imobiliário, além de estratégias empresariais.

Para Zarif , o evento foi de extrema importância, até mesmo  pelo momento difícil do País e a necessidade da troca de informações para enfrentar os obstáculos. “Nos mostraram várias ideias, experiências e informações para os próximos meses, que nos ajudarão a traçar estratégias neste cenário atual”, revela.

Vale ressaltar que a Plazza Realty está sempre atenta a programas de qualificação voltados aos profissionais do setor e alerta sua equipe para a importância de estar sempre bem informada e atualizada com novas tendências, que farão diferença no relacionamento com incorporadores e clientes.

Diretora da Plazza concede entrevista à Rádio ABC

logo-radio-abc

A diretora da Plazza Realty Brasil, Valéria Corrêa, falou à Rádio ABC sobre o momento do mercado imobiliário. Com a crise, os corretores precisam encontrar novas alternativas e identificar os clientes que procuram as oportunidades. Já quem está disposto a comprar o imóvel pode ser o momento de fazer ótimos negócios.

Clique aqui e confira a entrevista na íntegra no site da Rádio ABC.