Região ganha ao menos 3 supermercados

image001

Até o fim do ano, o Grande ABC deve ganhar pelo menos três supermercados. A estimativa do setor, conforme a Apas (Associação Paulista de Supermercados), é de que aproximadamente 1.000 postos de trabalho sejam abertos com a execução dos planos de expansão. Entre as empresas que pretendem ampliar os negócios na região estão as redes Sonda, Coop (Cooperativa de Consumo) e o Grupo Pão de Açúcar.

O Sonda, que possui loja em São Bernardo, já iniciou a construção da segunda unidade na região, que será no Parque das Nações, em Santo André. Segundo funcionários da obra, a inauguração está programada para o primeiro semestre, possivelmente em junho. Em frente ao futuro empreendimento, foi afixada faixa informando sobre vagas para padeiro, auxiliar de padeiro, confeiteiro, auxiliar de confeitaria, açougueiro, auxiliar de açougueiro, auxiliar de peixeiro, auxiliar de manutenção, eletricista, cartazista, operador de supermercado, operador de caixa e balconista para padaria e setor de frios. Os currículos devem ser entregues dia 10 de abril, das 9h30 às 11h30, na Rua Uruguai, 57. Oficialmente, a empresa não divulga a data de abertura nem o número de contratações.

Já a Coop planeja abrir mais duas unidades no Estado até o fim do ano, sendo uma em Tatuí, no Interior, e outra no Grande ABC, mas em local ainda não definido. “Estamos buscando imóveis. No ano passado, estávamos com contrato praticamente fechado, que não pôde ser viabilizado por problemas de documentação. Por isso, tivemos de deixar para 2015”, informa o diretor-presidente da cooperativa, Marcio Valle. Cada nova loja deverá empregar cerca de 190 pessoas. As últimas aberturas da rede ocorreram em 2010, nos bairros Vila Metalúrgica e Vila Pires, ambos em Santo André.

Vice-presidente da Apas, o deputado estadual Orlando Morando (PSDB) afirma que o Grupo Pão de Açúcar abrirá ao menos uma unidade na região. As bandeiras escolhidas serão o Minimercado Extra e/ou o Minuto Pão de Açúcar, que são menores em relação aos hipermercados tradicionais e têm perfil de proximidade com o consumidor. O grupo informa que, em todo o País, é previsto para 2015 crescimento de 6% nas vendas em lojas físicas e que, em razão dessa expansão, 20 mil colaboradores devem ser contratados. A empresa pontua que não pode fornecer dados específicos por região antes de comunicá-los ao mercado.

O Grupo Carrefour Brasil, que tem no Grande ABC 12 lojas das bandeiras Carrefour, Carrefour Bairro e Atacadão, não revelou plano de crescimento. O Joanin, de São Caetano, inaugurou unidade em São Bernardo neste mês.

Morando acrescenta a possibilidade de a região receber novas empresas do ramo conhecido como ‘atacarejo’ – mistura de atacado com varejo. “Essas redes já estão adquirindo imóveis e devem abrir de uma a duas lojas ainda neste ano”, salienta.

MUDANÇA DE PERFIL – O diretor-geral da consultoria Mixxer e especialista em varejo e bens de consumo, Eugenio Foganholo, avalia que a tendência é de diminuição de espaço para hipermercados e abertura de lojas menores. “O objetivo é atender a demanda por consumo imediato e oferecer proximidade ao cliente.” Ele cita também o potencial de crescimento dos ‘atacarejos’. “Em caso de compras com baixa frequência, mas em grande quantidade, esses estabelecimentos apresentam preços mais competitivos.”

Em relação à crise econômica do País, Foganholo destaca que “o segmento de alimentos, representado principalmente pelos supermercados, sofre pouca oscilação, mesmo que positiva”. Isso porque, em momentos de retração, o consumidor deixa de comprar outros produtos para dar preferência às despesas domésticas.
(Colaborou Marina Teodoro)
Coop investe R$ 90 milhões em 2015

A Coop (Cooperativa de Consumo) fará investimentos de aproximadamente R$ 90 milhões para expansão da rede em 2015. Desse montante, quase metade (R$ 40 milhões) será destinada à compra de terreno para o novo CD (Centro de Distribuição). “Atualmente, o CD funciona em espaço de 17 mil m² de área construída (em Santo André) e está ficando pequeno em razão da demanda. Queremos um com cerca de 50 mil m², que é quase o triplo”, afirma o diretor-presidente da marca, Marcio Valle. Ainda não há local definido, mas o executivo diz que a intenção é comprar imóvel próximo à divisa entre Santo André e Mauá.

Outros R$ 20 milhões serão aplicados na abertura de duas lojas ainda neste ano – uma em Tatuí, no Interior, e outra no Grande ABC, em endereço ainda não confirmado. Com as contratações estimadas em 190 pessoas para cada nova unidade, o quadro de colaboradores deverá subir de 5.400 para quase 5.800. Também está prevista a reforma de cinco lojas, todas na região. O serviço deverá custar em torno de R$ 27 milhões. Mais R$ 3 milhões serão injetados na abertura de cinco drogarias externas (localizadas em endereços diferentes dos supermercados). Uma delas será na Vila Assunção, em Santo André. As demais também ficarão no Grande ABC, mas ainda não há definição dos locais.

Valle vê o momento atual de recessão como oportunidade de crescimento. “É melhor acelerar quando a economia está devagar porque, quando recuperar, você estará com velocidade firme de investimento.”

Fonte: Diário do Grande ABC

Sinfônica no Teatro Municipal de Santo André

20100524_orquestraTIF_38_Foto-Beto_Garavello

Orquestra Sinfônica de Santo André abre Temporada Oficial 2015 em concerto gratuito no Teatro Municipal e contarão com a participação do flautista italiano Mario Carbotta. No programa das apresentações, o maestro Abel Rocha irá reger duas obras – Concerto para flauta e orquestra em ré maior, op.283, de Carl Reinecke, e a Sinfonia nº 5, de Gustav Mahler.

A apresentação do italiano com a OSSA é uma parceria da série de concertos “Astra-Finamax”, de Jundiaí, e tem o apoio da Sociedade Cultural Ítalo-Brasileira de Santo André. Como solista, o flautista Mario Carbotta já se apresentou com orquestras de câmara, como as alemãs Mannheim Kammerorchester e Mainzer Kammerorchester, além das sinfônicas de Istambul (Turquia) e do Cairo (Egito).

Local: Teatro Municipal de Santo André

Datas: 21 de Março às 20:00 e 22 de Março às 19:00

 

Fonte: ABC do ABC

Santo André foi a mais procurada do ABC

Santo-Andre

Levantamento foi realizado pelo Portal ABC Imóvel

O ano de 2014 mostrou que Santo André é a cidade do ABC com maior potencial no mercado imobiliário. Pelo menos, a que desperta mais interesse do comprador. De acordo com levantamento do Portal ABC Imóvel, tendo como base os imóveis anunciados pelas empresas registradas no site, a cidade foi a que teve maior número de visitas às ofertas anunciadas.

No total, Santo André teve, durante todo o ano, quase 4 milhões de visitas no portal. Dessas, o bairro que se destacou foi o Bairro Campestre, com 8.275 anúncios e mais de 272 mil procuras (média de 32 visitas por imóvel).

Todo o ABC teve um total de 6.226.12 visitas, com destaque para os apartamentos. O levantamento coloca no “mesmo bolo” lançamentos e unidades usadas, seja para venda ou locação. Interessante também destacar a procura por salas comerciais, com quase 300 mil visitas.

 

Visitas por cidades

Santo André – 3.876.190
São Bernardo do Campo – 2.330.578
São Caetano do Sul – 1.105.023
Mauá – 483.031
Diadema – 158.917
Ribeirão Pires – 66.402
Rio Grande da Serra -985
Dados: Portal ABC Imóvel

Fonte:
Marco Barone
ABC Imóvel | www.abcimovel.com.br

Mulheres – empoderamento e crescimento diante do mercado

Mulheres_empoderamento-300x217Nos últimos tempos, o Portal VGV tem acompanhado o crescimento de mulheres à frente de negócios de sucesso. Desta vez vimos em alguns conteúdos o potencial delas para 2015. As promissoras investidoras ou gestoras estão tomando conta do mercado.

Em nota da Ademilar, empresa de consórcios de investimento imobiliário, seu público feminino tem crescido e nos últimos seis anos perceberam aumento de 79,44%, na comercialização com mulheres. Atualmente, cerca de 25% dos consorciados são mulheres, entre eles a empresa afirma que 49,13% está na faixa dos 40 anos e que 45,35% têm de 26 a 39 anos. Já a classe social varia de A a C. A Ademilar credita o crescimento do público feminino ao negócio dos consórcios, devido à independência financeira e pela melhora na igualdade social, que apesar de ainda não ser igualitária, tem demonstrado avanço.

Já em uma pesquisa do PayPal, feita entre mulheres empresárias que têm um negócio próprio há menos de três anos, além de mulheres que querem abrir o seu negócio agora, cresce a expectativa por melhorias para a classe e o otimismo quanto a abertura de mercado e a igualdade de classes. Tal pesquisa foi feita nos Estados Unidos, China, França e México e revelou que as entrevistadas ouvidas nestes países se dizem otimistas, e veem poucas barreiras para o seu sucesso quanto empreendedoras.

O levantamento com 1,2 mil mulheres foi divulgado globalmente ao final do ano passado e revela que as principais motivações para abrir o próprio negócio são similares entre ambos os grupos de mulheres estudados – tanto as que já são empresárias, quanto as que aspiram em sê-lo, elencaram “encontrar um melhor equilíbrio na vida profissional”, “ganhar maior independência” e “ser mais bem sucedida financeiramente”.

Aqui, no Brasil, contamos com grandes casos de sucesso de mulheres empreendedoras no próprio mercado imobiliário. É o caso de Valeria Correa que nos contou um pouco sobre as dificuldades em criar sua empresa, a Plazza Realty Brasil. “Foi realmente muito difícil. Imagina que comprei uma empresa linda por fora, mas que não tinha produtos e nem pessoas. Tive que buscar tudo e aprender como lidar com todas as coisas e pessoas. No primeiro momento não havia dinheiro para grandes contratações e isto eu acredito que tenha sido o meu maior desafio”, relembra a empreendedora, explicando que aos poucos teve que aprender sobre um mercado que para ela era novo. “Fazer reuniões cujos assuntos eu não sabia nada e ter a necessidade de aprender tudo rapidamente. Isto só me fez crescer, pois a cada dia meu conhecimento aumentava e em muito pouco tempo eu já conhecia todos os departamentos da minha empresa”, frisa.

Valeria Correa, empreendedora da Plazza Realty Brasil

Valeria Correa, empreendedora da Plazza Realty Brasil

Segundo ela, as contratações começaram com pessoas que não eram da área, por terem um custo menor, mas que ela mesma as treinou para serem ótimos em suas funções. “Ensinei cada uma delas a trabalhar do meu jeito, com tudo que havia sonhado”, conclui. Questionado sobre os seus planos, Valeria conta que “desejava muito ter o meu negócio porque sempre acreditei que poderia fazer muito mais do que fazia”, não apenas por ela, mas para conseguir ajudar outras pessoas com sua atuação e sua empresa e isto ela faz com contratações improváveis. “Muitas vezes contrato pessoas que ninguém contrataria, e com o tempo estas se transformam e os resultados são surpreendentes.  Trabalho porque amo o que faço, preciso dos resultados financeiros, mas enxergar tantas famílias vivendo da minha empresa é um orgulho muito grande para mim”, frisa Valeria.

Quanto ao ramo imobiliário ela demonstra muito contentamento, não apenas com a sua atuação mas com o mercado em si. Valeria é uma das mulheres à frente de uma grande imobiliária e com isto diz que passou sim por muitas dificuldades, como tantas outras empresas, mas lembra que ensinou seus funcionários e corretores a pensar de forma diferente ao mercado, “mostramos a eles como fazer, como economizar e como gastar naquilo que realmente é importante”.

E estes corretores e funcionários são, em sua grande maioria, mulheres. Cerca de 70% dos atuantes, são mulheres. E Valeria ressalta ainda mais: “gosto muito de trabalhar com mulheres. São organizadas, focadas e por isto acho que os resultados são melhores”, mas não significa que as mulheres são prioridade na contratação. “Quando procuro por algum tipo de mão de obra, não olho para o sexo, mas sim para a qualificação desta pessoa”, termina.

A empreendedora de sucesso ainda deixou uma mensagem para as novas empreendedoras:

“Diria a todas que nos leem, que ter um negócio não é fácil. Ele demanda tempo e muita paciência. Muitas vezes , somos obrigadas a deixar de lado família, amigos  e lazer… e ainda chegar ao final do dia sem conseguir o resultado  esperado.

É muita perseverança. É se levantar no dia seguinte com uma vontade ainda maior de construir e de alcançar os sonhos planejados, é faltar nas apresentações da escola de seu filho  e muitas vezes chegar em casa quando seu marido já está dormindo.

Muitas vezes, escutei de meu marido: desiste, você está perdendo anos de sua vida, mas a minha vontade de crescer e chegar era tanta que eu buscava forças e continuava…

Graças a Deus, hoje, olho para trás e só sinto orgulho de estar conseguindo  ajudar  mais de 300 famílias a levar seu sustento para casa, por poder realizar os sonhos de minha família e por, principalmente, realizar o meu sonho!”

Por Thalita Freitas

Fonte: Portal VGV

Dica pra quem quer diversão no ABC neste fim de semana

frozen_2160601f

A temperatura do Teatro Paulo Machado de Carvalho(Alameda Conde de Porto Alegre, 840, Bairro Santa Maria), em São Caetano do Sul, vai diminuir neste domingo (8/3). Isso devido a apresentação congelante do espetáculo Frozen – A Rainha do Gelo, que ocorre às 15h30, com o apoio da Secretaria de Cultura da Prefeitura. A duração é de 60 minutos e a classificação é livre.

A caçula Anna ama sua irmã mais velha Elsa, mas um acidente durante a infância envolvendo os poderes especiais de Elsa, fez com que os pais, o rei e a rainha de Arendelle, as mantivessem afastadas. Após a morte deles, as duas cresceram trancadas no castelo da família, até o dia em que Elsa deveria assumir o reinado.

Com o reencontro das duas, um novo acidente acontece e Elsa decide partir para sempre e se isolar do mundo, deixando todos para trás e provocando o congelamento do reino. É quando Anna decide se aventurar pelas montanhas de gelo para reencontrar a irmã e acabar de vez com o frio.
Veja mais em nossa Agenda de Eventos.

INGRESSOS – Os ingressos custam R$50 (inteira), R$40 (antecipado), R$35 (promocional) e R$25 (meia). Entradas antecipadas são vendidas pelo bilheteriaexpress.com.br e na bilheteria do Teatro, das 14 às 19 horas. Mais informações sobre o espetáculo podem ser obtidas na Secretaria de Cultura, pelos telefones 4232-1294 e 4232-1237.

Fonte: Portal ABC do ABC

1º Salão Imobiliário dos Metalúrgicos do ABC

image001

Evento acontece dias 28 de fevereiro e 1º de março, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, conta com realização da entidade e da Plazza Realty Brasil

 

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e a Plazza Realty Brasil realizam, entre 28 de fevereiro e 1º de março, o 1º Salão Imobiliário dos Metalúrgicos do ABC. O evento acontece na sede da entidade, em São Bernardo, e funcionará entre as 9h e 18h. Na oportunidade, os visitantes poderão conhecer produtos de uma série de construtoras expositoras. Haverá condições especiais com descontos durante o evento. Quem comprar qualquer unidade, ao longo do evento, também ganhará uma TV 32”.

 

Para o diretor da Plazza Realty Brasil, Felipe Corrêa, é uma oportunidade e tanta para os associados do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. “Todos os expositores estão preparando ofertas específicas para quem for até o Salão. A ideia é tornar o evento tradicional para ajudar aos associados a realizar o sonho da casa própria”, explica o executivo.

 

                Serviço:

 

                1º Salão Imobiliário dos Metalúrgicos do Grande ABC

 

                Data: 28 de fevereiro e 1º de março   

  

    Local: Sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – Rua João Basso, 231 – Centro – São Bernardo do Campo.

 

                Horário: das 9h às 18h

 

Sobre a Plazza Realty Brasil – A Plazza Realty Brasil conta com sede em São Bernardo do Campo e está entre as principais imobiliária de lançamentos do Grande ABC e Grande São Paulo.

 

A empresa trabalha com produtos de todos os padrões e conta com uma equipe de cerca de 300 corretores. Mais informações no www.plazzarealty.com.br

São Bernardo é a melhor cidade para se investir em imóveis no Brasil

saobernardo_vistaaerea

A cidade de São Bernardo está na primeira colocação entre as 100 melhores cidades pra se investir, segundo levantamento apresentado recentemente pela revista Exame. Ela aparece qualificada como uma ótima cidade para investimentos em imóveis de alto, médio e baixo padrão. Também está entre as cidades com maior média de salários mínimos da população.

Veja o material na íntegra http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/noticias/as-100-melhores-cidades-do-brasil-para-investir-em-imoveis#2.

MEETING ELEVATTO NA SEDE DA PLAZZA REALTY BRASIL

Na última sexta-feira, os corretores da Plazza Realty Brasil participaram do meeting para maiores detalhes do empreendimento residencial Elevatto, da Construtora Basilar, localizado em São Caetano.

O empreendimento fica na Av. Conde Francisco Matarazzo, 540, no Bairro Fundação. Conta com apartamentos de 66 e 65 metros quadrados, com 2 dorms (1 suíte), com 1 ou 2 vagas.  Fale com a nossa equipe também pelo atendimento online – Clique Aqui.

basilar basilar2 basilar3

INTEGRAÇÃO DE CORRETORES NA PLAZZA REALTY

A diretora da Plazza Realty Brasil, Valéria Corrêa, e o diretor de vendas, Cemil, reuniram equipes de corretores dos plantões, na manhã desta sexta-feira, 21/02, para uma reunião de estratégia de vendas. O momento é sempre oportuno para deixar toda a equipe alinhada com o que a Plazza Realty Brasil tem a oferecer aos clientes, condições de pagamentos e, claro, reforçar a filosofia da Plazza Realty Brasil que é atender as expectativas de clientes e parceiros.

integracaoocorretor integracaoocorretor2

SEGUNDA FASE DO JURUBATUBA EMPRESARIAL

Esta semana aconteceu o lançamento da segunda fase do empreendimento Jurubatuba Empresarial, da Camargo Corrêa, em São Bernardo. O Jurubatuba Empresarial conta com salas comerciais de 38 a 59 m². Junção de até 300 m². Quer conhecer mais do produto clique aqui.

Nossa equipe de corretores está no plantão localizado na Rua Jurubatuba 1.350 e espera você lá com as melhores condições do mercado.

segundafasejurubatuba segundafasejurubatuba2 segundafasejurubatuba3